Skip to main content
Logótipo da Comissão Europeia
EURES
Notícia28 março 2017Autoridade Europeia do Trabalho, Direção-Geral do Emprego, dos Assuntos Sociais e da Inclusão

Estudar, fazer formação ou trabalhar no estrangeiro — o que tenho de saber?

Uma das principais vantagens de ser cidadão da UE é ter liberdade para trabalhar ou estudar noutro Estado-Membro. É uma perspetiva atrativa, que milhares de jovens aproveitam todos os anos para alargarem os seus horizontes. A pensar nisto, reunimos as nossas melhores dicas para quem está a pensar lançar-se à aventura e aproveitar uma oportunidade no estrangeiro.

Studying, training or working abroad – what do I need to know?

Informa-te

Língua, cultura, religião, crenças — cada país da UE é único e maravilhoso à sua maneira. Uma breve pesquisa na Internet poderá ajudar-te a aprender um pouco sobre os hábitos e a etiqueta do país de chegada, para te preparares para a tua vida no estrangeiro. Os serviços EURES podem ajudar-te a encontrar o teu primeiro emprego EURES no estrangeiro, e o sítio Web EURES contém dicas práticas sobre viver e trabalhar em cada um dos países participantes. O programa Erasmus+ é uma outra excelente forma de saber mais sobre oportunidades de educação, formação, juventude e desporto na UE. Vão sempre surgir erros e mal-entendidos engraçados (e não faz mal — ninguém espera que sejas um especialista logo à chegada!), mas, ao equipares-te com alguns conhecimentos básicos, poderás adaptar-te mais rapidamente ao novo meio e sentir-te em casa.

Aprende a língua

Aprender a língua nativa do país para onde vais pode parecer uma tarefa hercúlea — ou talvez não, caso vás apenas durante um curto período de tempo — mas pode trazer inúmeros benefícios, sobretudo se trabalhares de perto com outras pessoas. Não tens de ser fluente, mas se tiveres algumas noções básicas, a comunicação será facilitada e poderás até abrir novas oportunidades, tanto a nível social como profissional.

Enfrenta os teus medos

É normal sentires-te nervoso antes de começares um novo emprego, um programa de aprendizagem ou um curso, sobretudo se estiveres num ambiente estranho e num país estrangeiro. Mas não estás sozinho! Se estiveres na universidade, deverão existir outras pessoas no teu curso na mesma situação, e a própria universidade oferece apoio aos estudantes externos. Se estiveres num local de trabalho, alguns dos teus colegas podem ter passado pela mesma situação e poderão partilhar contigo as vantagens dessa experiência.

Aproveita ao máximo as tuas oportunidades

Um novo ambiente significa novas oportunidades, por isso aproveita-as! Aprende com as pessoas talentosas que te rodeiam, pede conselhos sempre que precisares e procura oportunidades de carreira. Utiliza os recursos de promoção profissional da tua universidade ou os contactos disponíveis no teu local de trabalho. E nunca te esqueças de criar redes de contactos. Nunca se sabe se a pessoa que mete conversa connosco na cantina poderá vir a ser o nosso novo empregador.

Faz as malas de forma inteligente

Pensa bem no local para onde vais e naquilo de que vais precisar. Se fores para Espanha, provavelmente não vais precisar das tuas meias de lã favoritas. E se fores para o Reino Unido, é boa ideia levar um guarda-chuva!

Quais são os confortos do lar sem os quais não consegues viver? Não esperes encontrar tudo nos supermercados locais — alguns produtos são únicos do teu país, por isso garante que os levas contigo.

Organiza as tuas finanças

Se vais passar mais do que apenas alguns meses no estrangeiro, provavelmente é boa ideia abrires uma nova conta bancária no país de destino, para teres acesso fácil ao teu dinheiro. Ou então, se isso não for possível, informa o teu banco nacional de que te vais mudar para o estrangeiro, para que não pensem que os dados da tua conta foram roubados!

Mais importante ainda... diverte-te!

Sim, estás noutro país para trabalhar, fazer formação ou estudar, mas isso não significa que não te possas divertir. Cada país tem as suas próprias paisagens para ver, história para absorver e cultura para abraçar. Reserva algum tempo para te embrenhares no teu novo país e garantires que não regressas a casa arrependido.

Esperamos que este artigo seja um bom ponto de partida para as tuas aventuras além-fronteiras — resta-nos desejar-te boa sorte!

 

Ligações úteis:

 

Informações adicionais

Jornadas Europeias do Emprego

Drop’pin@EURES

Encontrar um ConselheiroEURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de ofertas de emprego EURES

Serviços da EURES para empregadores

Calendário de Eventos EURES

Próximos Eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

A EURES no Google+

Informação detalhada

Tópicos
Caixa de ferramentas da UE para mobilidadeSugestões e DicasMídia socialJuventude
Seções relacionadas
Vida & Trabalho
Setor
Accomodation and food service activitiesActivities of extraterritorial organisations and bodiesActivities of households as employers, undifferentiated goods- and servicesAdministrative and support service activitiesAgriculture, forestry and fishingArts, entertainment and recreationConstructionEducationElectricity, gas, steam and air conditioning supplyFinancial and insurance activitiesHuman health and social work activitiesInformation and communicationManufacturingMining and quarryingOther service activitiesProfessional, scientific and technical activitiesPublic administration and defence; compulsory social securityReal estate activitiesTransportation and storageWater supply, sewerage, waste management and remediation activitiesWholesale and retail trade; repair of motor vehicles and motorcycles

Isenção de responsabilidade

Os artigos destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre temas e tendências atuais e a estimular a discussão e o debate. O seu conteúdo não reflete necessariamente a opinião da Autoridade do Trabalho Europeia (ELA) ou da Comissão Europeia. Além disso, EURES e ELA não endossam os sites de terceiros mencionados acima.