Skip to main content
Logótipo da Comissão Europeia
EURES
Notícia13 novembro 2020Autoridade Europeia do Trabalho, Direção-Geral do Emprego, dos Assuntos Sociais e da Inclusão

Alessandria inicia uma carreira na Alemanha como prestadora de cuidados

Graças a uma iniciativa conjunta da EURES e de dois empregadores alemães, vários candidatos a emprego europeus tiveram a oportunidade de se formarem como prestadores de cuidados a pessoas com necessidade especiais na Baviera. Uma das beneficiárias, Alessandria Grossi, conta a sua história.

Alessandria finds a career as a care worker in Germany
Alessandria Grossi

«Tudo começou numa tarde em julho de 2019 quando visitei a página do Facebook da EURES e vi que havia um projeto de recrutamento de prestadores de cuidados na Alemanha», começa por dizer Alessandria. «Fiquei curiosa.» Com 45 anos e desempregada, Alessandria estava com dificuldade em encontrar um novo emprego estável. Alessandria cresceu na Alemanha, antes de se mudar para a Itália, já adolescente, e estava disposta a voltar para lá para enfrentar um novo desafio. Este projeto deu-lhe esperanças.

Uma oportunidade de formação no setor da prestação de cuidados

Alessandria contactou a EURES e começou por ser apoiada por Rosaria Petrillo da EURES Milão. Em seguida, puseram-na em contacto com a conselheira EURES Charlotte Glötzner, dos serviços de colocações internacionais (ZAV) de Nuremberga, que fazia parte da equipa a trabalhar no projeto. Em colaboração com dois estabelecimentos de prestação de cuidados da Baviera - a fundação Stiftung Sankt Johannes, localizada em Marxheim-Schweinspoint, e a fundação Dominikus-Ringeisen-Werk localizada em Usberg - , Charlotte e os seus colegas procuravam candidatos de toda a Europa interessados em fazer formação como prestadores de cuidados a pessoas com necessidades especiais naquelas duas organizações.

O que se pretendia era ajudar a resolver o problema da escassez de competências local, tal como explica Charlotte. «Os empregadores alemães têm cada vez mais dificuldade em recrutar pessoal qualificado para cuidar de pessoas com necessidades especiais», refere. «O valor acrescentado deste projeto é que combina o trabalho com a formação profissional e os participantes recebem um ordenado.»

As visitas ao local de trabalho permitem obter uma visão real

Charlotte convidou Alessandria a participar em dois dias de recrutamento na Baviera que se realizaram em fevereiro de 2020. Charlotte organizou estes dois dias em colaboração com Anja Coenen, conselheira local EURES da agência de emprego de Donauwörth.

No primeiro dia, foram dadas informações sobre os programas de formação e o apoio que a rede EURES disponibilizava, incluindo as possibilidades de financiamento para cobrir as despesas de viagem, os cursos de língua e os custos de mudança. Os candidatos foram também entrevistados pelos seus potenciais empregadores.

No segundo dia, os candidatos foram visitar as instalações das duas organizações, incluindo os alojamentos que os empregadores disponibilzam. «Isto tem muito valor para os candidatos, pois permites-lhes ter uma visão real das instalações e do ambiente do seu futuro local de trabalho», afirma Charlotte.

Ir em frente apesar da COVID-19

Os dias de recrutamento foram um grande sucesso, pois Alessandria e oito outros candidatos europeus receberam ofertas de emprego. Infelizmente, desde essa altura, a COVID-19 veio complicar muito a vida a todos. Devido às restrições de deslocamento e à rigorosa regulamentação no setor da prestação de cuidados, o lançamento do projeto sofreu atrasos.

No entanto, em junho, Alessandria e outro participante puderam mudar-se para a Baviera para iniciar a sua formação na Stiftung Sankt Johannes. Os outros participantes começaram a trabalhar na Dominikus-Ríngeissen-Werk em outubro e estão a fazer um curso de alemão online que os ajudará a integrarem-se.

Apoio à instalação

Apesar das circunstâncias pouco usuais, a instalação de Alessandria correu bem graças à ajuda do seu «impecavelmente amigável e acolhedor» empregador. Alessandria recebeu também uma ajuda financeira da EURES, no quadro do programa Reactivate, que utilizou para pagar a viagem para a Alemanha e comprar mobília.

«Não foi fácil deixar a minha família e vir trabalhar para a Alemanha», afirma. «Mas o que me incentivou a ir em frente foi a oportunidade de ajudar outras pessoas. Sinto-me bem e gosto do que faço. Sempre gostei de trabalhar com pessoas com necessidades especiais.»

«Ter encontrado uma formação e um trabalho na Alemanha, com a minha idade, numa região tão bonita como a Baviera, é como um sonho», refere. «Aproveito esta oportunidade para agradecer a toda equipa EURES».

 

Ligações úteis

Reactivate

 

Informações adicionais:

Jornadas Europeias do Emprego

Drop’pin@EURES

Procurar Conselheiros EURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de ofertas de emprego EURES

Serviços EURES para empregadores

Calendário de Eventos EURES

Próximos Eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

Informação detalhada

Tópicos
Tendências de recrutamentoMídia socialHistórias de sucessoJuventude
Seções relacionadas
Vida & Trabalho
Setor
Administrative and support service activitiesHuman health and social work activitiesOther service activities

Isenção de responsabilidade

Os artigos destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre temas e tendências atuais e a estimular a discussão e o debate. O seu conteúdo não reflete necessariamente a opinião da Autoridade do Trabalho Europeia (ELA) ou da Comissão Europeia. Além disso, EURES e ELA não endossam os sites de terceiros mencionados acima.